East Side Gallery – Dica de Berlim

East Side Gallery – Dica de Berlim

topo east side gallery

Olá!

Hoje resolvi mudar toda a ordem dos posts (sorry quem pediu dicas de Budapeste, mas foi mais forte que eu!). Depois de um dia super chato, no qual eu bati o carro e fiquei super triste, resolvi fazer terapia com minhas fotos (amo ficar separando fotos para imprimir, tratar, postar no grupo das amigas viajantes e tals…!) e acabei morrendo de vontade de publicar sobre a East Side Gallery!

Bem, a East Side Gallery é um pedaço do Muro de Berlim, do lado Oriental, que após a queda, foi pintado por artistas do mundo inteiro, incluindo 2 brasileiros incríveis. Sabe aquele lugar que, por mais clichê que seja, TEM QUE SER VISITADO?! Pois bem, a East Side Gallery é isso aí…! E eu aposto que todos que vão até lá, amam!

O que há de mais legal neste pedaço mantido do muro, é que podemos ver o que artistas tinham para falar naquela época! Analisar muitas das imagens ali pintadas é como viajar no tempo…!

Gente, quem tem minha idade ou mais, recorda-se desta história relativamente recente e maluca, na qual um muro dividia uma das cidades mais importantes do mundo em duas partes, certo?! Eu me recordo do exato momento em que Bial entrava ao vivo para mostrar a queda do muro, vocês não?! Mesmo criança, eu fiquei impressionada com aquilo e passei a estudar para entender como tudo isso podia acontecer! Pois bem, após tanto tempo, pude conhecer de perto a cidade do Muro, sentindo emoções incríveis que contarei por aqui!

Voltando, a East Side Gallery surgiu em fevereiro de 1990, menos de 4 meses depois da queda do Muro e teve um valor simbólico fortíssimo! Imagine, depois de tanta repressão, artistas da época aproveitaram-se de parte do muro, que causou tanto sofrimento, para expressar sentimos em forma de arte.

Agora, as fotos que fiz ou participei por lá, vale observar e refletir:

murodeberlim

muro de berlinEu e minha mãe, encontrando a primeira arte feita por um brasileiro! berlinblogAmo a força simbolica desta pintura!

berlin wallOutra arte belíssima e cheia de conteúdo de um brasileiro…!

berlin oriental tipsO beijo Fraterno, do russo Dmitri Vrubel. Nesta arte, o líder soviético Brejnev beija homólogo alemão oriental Honecker. 

O artista tinha 29 anos ao pintar esta obra, que virou o maior símbolo da queda do muro. Segundo o artista, o tema pintado foi escolhido, mais para expressar um sentimento amoroso que estava vivendo, do que o momento histórico! Vejam só:

“Fomos até ao muro, havia uma pequena cabana com tintas. Estava lá uma rapariga escocesa que me propôs um contrato. Ainda havia guardas da RDA no muro. Não me deixaram atravessar a fronteira. Mas mais tarde quando comecei a desenhar, deram-me água para as tintas”, contou Dmitry Vrubel.

Vrubel não leu o contrato e começou a pintar sua arte. Somente depois da arte feita, percebeu que havia cedido direitos à galeria.

“Um dia pela manhã, eu ainda estava na cama e o meu amigo Alexander Bradovsky chegou e mostrou-me dois jornais. O Berliner Zeitung e o Neues Deutschland, o jornal dos comunistas alemães. O título era “Beijo Fraterno”. Foi assim que eles deram o nome à pintura” recordou o artista.

O momento era tão maluco, que o artista disse que tratou-se de uma imensa confusão! Segundo o mesmo, os jornais interpretaram o desenho à luz dos acontecimentos políticos, mas não era essa sua intenção. O verdadeiro nome da obra é “Deus, ajuda-me a sobreviver a este amor mortal”. Uma referência à paixão não correspondida vivida pelo autor.

“A frase tinha a ver com uma experiência pessoal, com a minha relação com duas mulheres, é uma obra dedicada ao amor, à imagem do amor. Todos nós podemos viver diferentes situações no quotidiano em que nos sentimos presos nos lábios deste tipo de monstro. Naquela altura, era uma imagem das minhas dificuldades pessoais” explicou o artista.

Dmitri Vrubel tornou-se uma celebridade, mas não fez dinheiro com a pintura. Em 2006, refez a obra e doou os três mil euros de remuneração a uma associação.

Em continuidade seguem outras artes super tops:

east side gallery berlimAs raves surgiram por lá, esta imagem retrata muito bem tudo isso!
dicadeberlimAdolescentes visitando o muro e interpretando as artes…
dica muro de berlimEsta é de arrepiar…
berlinwallgaleria muro de berlimberlintips
dica de viagem berlim orientaldica de berlim orientalmuro de berlim dicasmurodeberlimdicasAo contrário do que imaginamos, o muro em si era relativamente fino, conforme podemos perceber na imagem! Ao lado direito a antes temida Berlim Oriental, já, ao lado esquerdo, Berlim Ocidental, que já tinha o muro pintado…! dica de viagem berlimO lado Ocidental da East Side Gallery
o que fazer em berlimUma das coisas mais emocionantes, andar pelo muro…

east side gallery

berlimorientaldicas

Do outro lado da rua, do lado oriental, uma caixa d’agua que foi mantida e também serviu como tela…

Gostaram?

Para chegar na East Side Gallery não tem erro:

Endereço: Mühlenstraße 1 – Friedrichshain, 10243 Berlim

Como Chegar:
S-Bahn: Linhas S5, S7, S75, estação Warschauer Str.
U-Bahn: Linha U1, estação Warschauer Str.

Eu aconselho o METRÔ: Warschauer Strasse. É só seguir pela rua de mesmo nome até ver a Oberbaumbrücke, ponte de tijolos vermelhos com duas torres tipo de castelo. A East Side Gallery começa logo ali e segue para a direita. Você pode ir de bike ou fazer uma boa caminhada. Destaco que são mais de 1 quilômetro de arte e história, da boa, pela frente!

Preço: Grátis

Sobre os souvenirs, eu assumo que comprei! É obvio que sei que aqueles pedaços de muro vendidos por alí são fakes, mas não resisti e arrematei um pedaço com a pintura do beijo! Tá na minha geladeira cumprindo seu papel…

E aí, gostaram?! Esta história tão próxima é sensacional, não é?!

bj bj e em breve muitos posts sobre esta cidade que eu moraria fácil: Berlim!

Rê Nunes

Compartilhe
Facebook Twitter Tumblr Linkedin Plusone Email

Detox Bem Estar Light: resultados!

Detox Bem Estar Light: resultados!

detox bem estar light

Oi Gente,

Segunda-feira daquelas, com muito trabalho na Casa do Fitness e com o objetivo de reorganizar a alimentação sozinha, após 1 semana de Detox da Dra. Renata Graziela e Bem Estar Light!

A semana de Detox valeu muito a pena! Eu assumo que não é fácil fazer as trocas necessárias para dar aquela desintoxicada, mas os resultados são realmente ótimos!

A minha sensação é que consegui deixar de lado alguns sabores que estava viciada pós-férias, tais como: chocolates, pães e pizza, conseguindo voltar a apreciar uma fruta, chocolate amargo, chá, folhas e comidinhas mais leves. Eu acho isso um fator super valioso no detox, uma maneira de desintoxicar o paladar que, com certeza, sozinha eu não conseguiria.

Para explicar melhor como foi meu Detox, eu resolvi responder algumas das perguntas que recebi:

Como é fazer o Detox?! 

Posso falar, para quem é uma simples mortal como eu, que precisa cozinhar a própria comida, ou tem que caçar restaurantes saudáveis para o dia-a-dia (que não sejam os olhos da cara), devo dizer que os programas de comidinhas prontas da Bem Estar Light são TUUUDO! Gente, ter a comidinha pronta, na quantidade certa, preço mega ok, precisando apenas esquentar, é simplesmente perfeito.

Ah, no Detox da Dra. Re vem até mesmo os lanchinhos, como castanhas, barrinhas, clorofila, chás. Não tem erro! A grande dificuldade é mentalizar que não pode escorregar e sair comendo besteiras por aí… 

A quantidade de comida é suficiente?!

Antes de qualquer comentário, eu preciso explicar que sou daquele tipo de pessoa “saco sem fundo”! Qualquer hora do dia que você me perguntar se estou com fome, a resposta será: sim!!!

Por tudo isso, eu vou assumir que tenho que me preparar psicologicamente para seguir dietas em geral. No caso desta Detox, o almoço é super farto, o jantar é bem leve e nos lanchinhos, algumas vezes, tive que colocar uma fruta, pois a ansiedade e o desespero por doce, eram desesperadores!

O lado super positivo é que estou com aquela sensação que “meu estômago diminuiu”, você já sentiu isso? Amo passar dias comendo direitinho, pois parece que fico satisfeita com menor quantidade de comida.

Dá para perceber o resultado do Detox em quantos dias?

Isso eu acho que varia de organismo para organismo. Meu corpo responde super lentamente às minhas dietas, em compensação, parece que se eu comer 1 alpino, eu engordo 1 kg na hora…

Amanhã é dia de pesar/medir e contarei no Snapchat (@mybestwishblog) se já deu para perceber alguma mudança.

Quantos quilos dá para emagrecer com o Detox?!

Girls, acho que é doideira perguntar quantos quilos dá para emagrecer em uma semana de detox! Mesmo fora da dieta, eu não jaco absurdamente, eu só exagero um pouco, por isso, acredito que para realmente emagrecer, eu tenho que aliar o detox + exercícios físicos por mais tempo!

Quais os benefícios que senti com o Detox?

Como mencionei, o maior benefício que senti, foi na mudança do meu paladar. Parece que passei uma borracha naqueles “maus hábitos” que estavam me irritando. Eu estava acordando e já pensando: hummm quero comer pizza a noite. E eu juro que não sou assim… Agora já voltei a apreciar o que a natureza nos dá, como uma saladinha bem temperada e tal.

Uma alimentação baseada no Detox que fiz, com certeza melhorará minha pele (que é um dos meus maiores problemas), disposição e ansiedade.

É isso, gostaram? Qualquer dúvida, é só mandar no renunes01@gmail.com ou no whatsapp (11) 98296-1036.

Contato da Bem Estar Light: 
Tel.: (11) 4251-3000
WhatsApp: 99930-8320

contato@bemestarlight.com.br
www.bemestarlight.com.br

Contato da Dra. Renata Graziela na Clínica Saúde Plena: 
Tel.: (11) 4427-5669
faleconosco@saudeplenaclinica.com.br

Bj bj bj

Rê Nunes

 

Compartilhe
Facebook Twitter Tumblr Linkedin Plusone Email

O que fazer em Budapeste? Lista dos Pontos Turísticos e Central Market Hall – post 2

O que fazer em Budapeste? Lista dos Pontos Turísticos e Central Market Hall – post 2

24.07.15

Olá gente, vamos voltar para Budapeste, a cidade mais perfumada do planeta?!

Um pouco da história da cidade:

Budapeste, já foi dividida em duas cidade, Buda e Peste. A divisão da cidade era feita pelo rio Danúbio e fica muito simples de entender ao conhecer a cidade. Buda é mais antiga e Peste mais nova, Buda tem um relevo super charmoso, Peste é plana.
Eu fiquei hospedade em Peste e recomendo, pois parece ser mais agitada para os turistas.

Bem, agora, vou listar lugares “tem que ir” em Budapeste! Quem estiver com a viagem marcada, já anota no caderninho:

1. Passeio de ônibus Hop On Hop Off – gente, tem que fazer! O ônibus, naquele esquema fone, mapa e explicações, tem tradução em português e vale muito a pena para ter uma noção da história da cidade, localizar-se perante os pontos turísticos e começar a ter um norte.

2. Parlamento Hungaro – Quem não quiser/conseguir fazer a visita guiada, já super vale conferir a vista do outro lado do rio (Buda), tanto durante o dia, quanto durante a noite! Postarei muitas fotos pois a construção é a coisa mais maravilhosa!

3. Castelo de Budapeste – fica em Buda. É lindo, tem que subir sim até ele, passear, curtir a vista do Rio Danúbio e para quem ama arte, conferir a galeria, visto que o Castelo abriga um museu bem legal.

4. Hungarian State Opera House 

5. Basílica de São Estêvão e Igreja de São Matias

6. Cafe New York: Um dos cafés mais maravilhosos do mundo! Quanto à reserva, nós não a fizemos, por isso fomos na hora do almoço e foi super ok, esperamos 5 minutos pela mesa! Ah, ele não é super caro. Mesmo com o euro bem alto, comer em Budapeste é relativamente barato, comparado com outros destinos da Europa. Por isso, se for para escolher um restaurante mais bacanudo, que seja o Café New York. (vai ter post com a história do lugar!)

7. Praça dos Heróis e o Parque

8. Passeio de barco pelo Danúbio

9. Certral Market Hall: Central Market Hall é o Mercadão de Budapeste (eu vou no mercadão em todas as cidades que visito, AMO!). Um mercado super charmoso, limpo e com ótimas opções de restaurantes, que hoje será o tema do post!

Eu visitei o Central Market Hall no segundo dia de viagem. Fomos almoçar e conhecer um pouco dos artesanatos e cultura Hungara. Agora as fotos que fiz por lá.

O mercado é muito limpo e muito organizado. A arquitetura é a coisa mais linda! Ainda não encontrei as fotos da fachada, mas localizarei e postarei. Olha por dentro que lindo:

o que visitar em budapesteEu e minha mãe…

Amei as cores, a estrutura metálica e a disposição das barracas e restaurantes:

mercado publico de budapeste

Escolhemos o restaurante Fakanal Etterem para almoçar. O esquema é bem legal para turista. Você escolhe o que quer comer, que tem um preço fixo e monta o prato com o que mais agrada. Tudo bem húngaro e delicioso: restaurante em budapeste dica

A decoração do restaurante é muito fofa: 
onde comer em budapeste

Uma banda tocou música típica o tempo todo, muito legal: 
dica de restaurante em budapeste

Sr. Húngaro: 
restaurante no mercadão de budapeste

Adoro fotografar pessoas desconhecidas durante as viagens: 

dica de viagem blog hungria

Reparem que coisa mais caprichada a decoração das lojinhas: 
o que fazer em budapeste

As bonecas:budapeste dicas de viagem
Bonecas Húngaras tradicionais:budapeste dicas site

Pimentas secas muito presentes e eu amo: budapeste mercadão Gente, tudo bem Budapeste tem páprica  Eu nem sabia que a páprica é feita do pimentão seco e relado! Eu já gostava um pouco, mas acabei me encantando com os sabores misturados à páprica que experimentei por lá:paprica hungria

Os embutidos: budapeste pontos turisticos
Frutinhas que amo: 
framboesa fruta

Tomate! Eu nunca me canso fotográ-los! Sou alucinada por tomate:budapeste dicas blog

As toalhas bordadas, xales e artesanatos são incríveis! Ficamos encantados:
mercadão de budapeste
Para finalizar, meu look do segundo dia de viagem: look de viagem budapeste

Vestido, Tênis e Mochila Osklen | Óculos Ray Ban | Colares Chanel

Endereço do Mercado: Budapest, Vámház krt. 1-3, 1093 Hungria

E então gostaram?

Mais post sobre Budapeste aqui!

bj bj e ótimo fim de semana!

Rê Nunes

Compartilhe
Facebook Twitter Tumblr Linkedin Plusone Email

Fotografia: Achados da Semana

Fotografia: Achados da Semana

Pôr-do-sol na praia é sempre lindo, mas este pôr-do-sol em Barcelona, foi extremamente especial!  

 Gostaram da cor e do enquadramento da foto? 

O enquadramento na verdade foi feito na edição! Optei por me deixar próxima ao ponto de ouro, assim as cores da natureza preencheram a maioria do quadro!

Quanto às cores, usei o aplicativo Snapseed para saturá-las e escureci as sombras, potencializando um recurso que am: silhueta! 

A câmera que usei: Nikon D5100 com lente do kit.

Gostaram do resultado? 

Bjbj e vamos fotografar! 

Rê Nunes

Compartilhe
Facebook Twitter Tumblr Linkedin Plusone Email

Dieta Detox pela nutricionista Renata Graziela do Bem Estar Light!

Dieta Detox pela nutricionista Renata Graziela do Bem Estar Light!

bem estar light

Oi Gente!

Depois de passar quase 20 dias comendo loucamente (e sem o menor peso na consciência) as comidas do Leste Europeu, Alemanha e Áustria (as melhores tortas de chocolate do mundo!!!!), é óbvio que a balança “gritou” por aqui!

Bem, eu assumo ser bem regrada quando o assunto é treino e me esforcei muito para correr quase todos os dias por lá! Para dar conta de tudo, cheguei a acordar as 5:00 (da madrugada!), correr 40 minutos e, assim, me esbaldar com o maior prazer no café-da-manhã do hotel, uma das minhas maiores paixões.

De volta à realidade, não dá para me conformar com 2 kg a mais na balança! Dos meus confortáveis 56 kg, passei para 58 kg (por pouco tempo!) e já corri atrás da solução para resolver tudo isso. Primeiro passo, retomar os treinos na Fit3 e Mahamudra. Já, para conseguir fechar a boca, tive que procurar ajuda da minha nutricionista querida, Dra. Renata Graziela (@renatagraziela), do Bem Estar Light.

A Dra. Rê Graziela recomendou-me ”iniciar os trabalhos“ com a Dieta Detox. A Dra. Renata além de montar a dieta, tem uma empresa que entrega as comidinhas congeladas e o lanchinhos, organizadinhos, facilitando a nossa vida!

Quanto aos alimentos que fazem parte deste cardápio detox, a nutricionista explicou que tratam-se de alimentos selecionados para minha dieta de perda de peso e também para o consumo quando eu já tiver alcançado meus objetivos. Trata-se de uma reeducação alimentar, onde exclui-se alimentos que não são saudáveis, incluindo alimentos funcionais, termogênicos (aceleram o metabolismo), diuréticos (desincham), com proteínas (pra dar saciedade e ganho de massa magra), gorduras de boa qualidade, muitas fibras, vitaminas, minerais, carboidratos de baixo índice glicêmico (para evitar aumento do hormônio insulina e os estoques de gordurinhas indesejáveis)!!!

Depois de tantos anos tentando ser saudável, eu assumo que até sei o que devo ou não comer, o que faz bem e o que faz mal, mas eu me perco muito nas quantidades, horários e que tipo de alimento comer cada momento! Parece que se não tenho uma dieta na mão, acabo me jogando em pizzas, sorvetes e chocolates.

Por tudo isso, adoro passar com a Dra. Renata Graziela, que monta minha dieta e envia tudo prontinho, pratos e alimentação do dia todo, desde o café da manhã até o jantar, é só esquentar.

Quanto à empresa da Dra. Rê, a Bem Estar Light (@bemestarlight), entrega a comida pronta e congelada aqui no ABC e São Paulo. A dieta tem muito sabor e o melhor de tudo, da outra vez que fiz, senti os resultados na primeira semana, perdendo alguns infernais quilos a mais e reduzindo gordura!

Ah, para quem quiser apenas comprar as comidinhas, é só entrar em contato com a Bem Estar Light, que eles também formulam cardápios bem legais, indiferente de passar na consulta com a nutricionista.

Contato da Bem Estar Light: 
Tel.: (11) 4251-3000
WhatsApp: 99930-8320

contato@bemestarlight.com.br
www.bemestarlight.com.br

Contato da Dra. Renata Graziela na Clínica Saúde Plena: 
Tel.: (11) 4427-5669
faleconosco@saudeplenaclinica.com.br

*Procure sempre um profissional e nada de fazer dietas malucas sem acompanhamento de um bom nutricionista!

Bj bj e ótima semana, continuarei contando como foi a semana detox nas redes sociais e o resultado aqui.

Rê Nunes

Compartilhe
Facebook Twitter Tumblr Linkedin Plusone Email