#2 Manual da melhor conchinha da sua vida – por Camilo Coutinho

#2 Manual da melhor conchinha da sua vida – por Camilo Coutinho

#2 Manual da melhor conchinha da sua vida

Olá queridas leitoras do My Best Wish,

Como passaram essa noite ou melhor como dormiram? Entre camisolas dos segredos da vitória e escorregando na cama de tanto creme, espero que tenham realizado o seu desejo da famosa soneca de conchinha.

Dormir de conchinha, me parece que, é a segunda posição preferida das mulheres na cama, e não me espantaria se vocês me confirmassem isso – vou me espantar se for a primeira (rs).

89509111313538257_WSSlSELu_c
Para quem não sabe – ou está com cara de desentendida – dormir de conchinha é aquela posição aonde a mulher deita de ladinho com as pernas ligeiramente encolhidas, lembrando um pouco até a posição fetal, e o seu companheiro, amante, amigo (um de cada vez, por favor) se aconchega nas costas da parceira, formando o verdadeiro cobertor de orelha.

Sim, tudo o que elas querem é essa proteção contra os pesadelos de um abraço invertido deitado, aonde a mulher sente o conforto de um “colinho”. Mas e o homem? Sim, meninas, o homem provavelmente vai passar uma longa e difícil noite.

A primeira decisão é a mais importante: Aonde colocar o braço? Se for um contorcionista, pode tentar jogar o braço para trás de seu corpo, mas provavelmente vai ficar sufocado com a cara enterrada entre seus cabelos.

Se quiser, pode tentar posição número 2 é o braçosseiro, aonde o nosso braço serve de travesseiro para a sua linda cabecinha. O problema é que depois de 3 a 4 horas o braço pega no sono e adormece, e para tirar dali é um custo só para tirar debaixo. Sem contar que ao se afastar um milímetro, mesmo dormindo, vocês vão se “aconchegando” mais para trás até nos encontrar novamente, e muitas vezes essas “bundadinhas” nos levam para a pontinha da cama – ou os mais desligados para o chão.

Outras coisas também acontecem, como o cabelo na cara que não deixa o homem respirar, mas se estiver com um cabelo cheiroso… aaaaah.. a noite inteiro morreremos sufocados.

A solução é variar, mudando de posição de hora em hora e por que não trocar de posição para uma que ele goste. Eu particularmente prefiro quando deito normal e ela deita no meu peito como se fosse um travesseiro – bem, pelo meu tamanho sou quase um travesseiro da nasa. Talvez eu goste dessa pois além de relaxar as costas me dá a visão de um imperador sobre todas a sua conquista (rs).

O que eu quero levantar aqui é que adoramos vocês – e caímos de queixo – quando estão vestidas para matar, com a roupa marcada, salto alto e maquiagem, mas aquele seu jeitinho caseiro de moleton e camiseta..huuummm.

Nesse momento você deve estar me achando louco, afinal acabou de estourar o cartão em roupas, maquiagem e sapatos, e realmente tudo isso é muito louco. Acho que quando a gente encontra vocês de calça de moleton ou aquela sua camiseta antiga da sideplay do piu-piu que você tem de lembrança, parece que vocês passam a ser somente nossas, sem dividir com pai, mãe, amigas, amigos e até admiradores secretos – ou nem tanto.

Nesses momentos vocês também ficam mais a vontade e surgem as molequices, as brincadeirinhas mais ousadas e as risadas mais gostosas do mundo. E tudo o que a gente precisa são vocês, sem frescura, assim mesmo com “roupa de ficar em casa”, para animar e aumentar ainda mas nossa admiração.

232850243204591998_dd1l2sFT_c
Então já sabem né? Pode comprar o tubinho preto, encher as sacolas no outlet, mas no final tudo o que a gente quer é aquela menina sapeca de moleton comendo brigadeiro de colher deitada no nosso peito, enquanto a gente assiste um filme água com açúcar qualquer na tv.

<3

Imagens: Reprodução

Camilo Coutinho
www.camilocoutinho.com.br

Compartilhe
Facebook Twitter Tumblr Linkedin Plusone Email

  1. Camilo curti demais. Meu marido gosta de dormir longe e eu claro que de conchinha. Isso é triste, mas é bom poder entender um pouco. Valeu.

    abraços

    Karen Souza

    • Obrigado Karen. Pode ser também que ele tenha muito calor. A gente é bem calorento..rs (A maldição do edredon q vocês usam até no verão..rs)

      Mas vai variando, o importante é estar junto. Obrigado por comentar. ;)

  2. Eu não gosto de dormir de conchinha pelo simples fato de nao conseguir dormir numa posição só. Mas confesso que os 15 primeiros minutos são assim! E quanto ao moletom, ah, Camilo! Você tb acertou em cheio! Por quantas vezes queremos deixar de lado o perfil “mulherzinha”, e ficar a vontade, principalmente quando estamos em casa, de tpm e com gripe? Viva o moletom, a meia fofa, a camisetinha surrada, o balde de pipoca e o prato de brigadeiro! Parabéns pelo texto! Rê Nunes, ótima parceria com a Camilo! Beijos

    • Obrigado por ser tão fofa no seu comentário Rê!(suuper íntimo..rs)

      Acho que é isso, precisamos deixar os julgamentos de lado e entender que o que precisamos é só estar feliz.

      Um ótimo domingo, até a semana que vem, e Obrigado por comentar. ;)

  3. hahahahah depois de 16 anos de casada, que dormir de conchinha que nada!!!gosto de dormir num canto da cama e ele noutro!!!…kkkkkkkkkk…

  4. Camilo, eu ainda não havia comentado, mas preciso dizer uma coisa AMEI – SIMPLES ASSIM! Bem, estou encantada com os textos e com seu jeito de escrever! Obrigada por esta oportunidade, de unir tudo o que vc é com este espacinho aqui que eu amo tanto! Vc é fera, já te disse isso!

    adoro, viu?

    bj bj bj

    • Meu Deus do Céu!
      O que dizer desse comentário? Agora fiquei besta – ou best?..rs

      Rê, muito muito obrigado pelo convite e por todos os elogios. Acredito que só tem uma receita para isso aqui estar sendo tão legal: o amor e o carinho que coloco em cada texto. É só sentimento e o corretor de texto. ;)

      De verdade, obrigado pelas belas palavras!

      Mil Beijos ;)

  5. Pingback: #10 15 filmes para assistir de moletom com ele (ou elas) | My Best Wish Blog

deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *